blog

Quanto eu lucrei em 2020

por Denise Saito

Última atualização

07 de Junho de 2022

Disclaimer: Esse post contém altas doses de transparência e sinceridade. Meu objetivo é compartilhar conteúdos relevantes, que ajudem você a entender o valor do seu trabalho, não esfregar na cara dos outros quanto eu ganho. Sei que minha realidade tá muito longe da média do Brasil e tenho consciência que o que apresento aqui pode não ser um retrato fiel da minha profissão e da nossa sociedade.

Talvez você tenha visto esses números aqui e imaginado minha conta bancária transbordando dinheiro. Mas a verdade é que aquela grana toda é da empresa, e não da Denise Saito PF. Mesmo com aquele faturamento todo, o que eu como pessoa física recebi foi meu salário fixo, e nada mais.

Ok, sem drama, afinal receber um salário é uma vitória. Mas o que sobrou depois de pagar todas despesas da minha empresa é o que importa. E é isso que vou te mostrar hoje, quanto foi meu lucro nesse período.

Lucro? Gostamos.

Como já mostrei antes, o custo da minha empresa por mês é de R$11.973,60. Sabendo disso, o que acontece se subtrairmos esse valor do faturamento mensal? Vamos ver.

  • Mês
  • Janeiro/20
  • Fevereiro/20
  • Março/20
  • Abril/20
  • Maio/20
  • Junho/20
  • Julho/20
  • Agosto/20
  • Setembro/20
  • Outubro/20
  • Novembro/20
  • Dezembro/20
  • TOTAL
  • Faturamento
  • R$13.410,00
  • R$20.660,00
  • R$15.116,00
  • R$5.100,00
  • R$7.500,00
  • R$3.850,00
  • R$9.700,00
  • R$13.775,00
  • R$17.263,34
  • R$13.378,00
  • R$34.668,00
  • R$22.250,00
  • R$176.870,34
  • Lucro
  • R$1.725,06
  • R$8.570,60
  • R$2.992,48
  • -R$6.152,80
  • -R$857,86
  • -R$5.108,98
  • R$2.171,65
  • R$6.635,46
  • R$8.544,29
  • R$2.184,97
  • R$23.062,97
  • R$11.110,97
  • R$54.879,69

Como você pode ver, dos R$176.870,34 que eu faturei no ano, de lucro mesmo tive R$54.879,69. Essa grana seria um fluxo de caixa pra pagar fornecedores, comprar equipamentos ou ficar de colchão de segurança para algum imprevisto.

Agora vamos analisar esses números e pensar num cenário em que eu não tivesse um salário fixo. Em Fevereiro entraria essa grana toda e eu torraria ela toda, fazendo a festa e gastando como se não houvesse amanhã.

No mês seguinte, em Março, mesma coisa. Muitos dinheiros, muitas felicidades, muitos gastos, zero preocupações. Aí chegaria Abril, e junto com ela a maravilhosa pandemia, e o faturamento que um dia tinha sido mais de 20 mil, seria 5 mil. Não daria pra pagar meu salário e eu entraria naquela nóia de não conseguir pagar todas as contas, não ter o que comer nem um teto pra viver. No mês seguinte, de novo, faturamento baixo, sem dinheiro pra pagar as contas, clientes sumindo. No outro mês, de novo! Três meses seguidos de desgraça, palpitação e aquele sentimento de que eu fracassei na vida. Soa familiar?

Pois é. Essa é a vida de 90% dos freelancers ou, em outras palavras, dos autônomos que não tem um salário. Sim, um salário fixo é muito importante pra garantir sua sanidade física, mental e financeira. E como foi pra mim, no mundo real?

Bom, em Fevereiro eu tive um faturamento alto, paguei as contas da empresa e o lucro de R$8.570,60 ficou na conta da empresa. Mês seguinte, mesma coisa. Faturamento alto, lucro mensal de R$2.992,48 na conta. Quando chegou em Abril, o faturamento foi baixo e eu teria ficado no negativo mas já tinha R$13.228,14 guardado na conta. Ou seja, invés de ficar negativo em -R$6.152,80, esse valor foi descontado do saldo e fiquei com R$7.135,34 na conta. E por isso que é tão importante ter um fluxo de caixa na sua conta da empresa – pra garantir que nunca vai ficar negativo e sempre terá o suficiente pra pagar pelo menos o salário do mês seguinte.

Mas e o lucro? Pra onde foi?

Aqueles cinquenta mil de lucro foi o que pagou meu salário por alguns meses no ano de 2021 quando decidi deixar de trabalhar como designer e me dedicar à Freela School. Demorei pra entender exatamente como iria ganhar dinheiro com a Freela e tive muitos meses com pouco ou nenhum faturamento. Essa grana foi fundamental nesse período e permitiu me reencontrar profissionalmente.

Concluindo, o importante é entender que você como pessoa física não vai ganhar nem um centavo a mais além do seu salário nos meses que faturar mais. E isso é ótimo! Porque é isso que garante que sua empresa terá dinheiro no mês seguinte pra pagar seu salário de novo. Separar as contas PF e PJ , e entender que somos chefes e funcionários da mesma empresa é umas das coisas mais importantes na nossa vida de freelancer.